terça-feira, 1 de março de 2011

Cemiterio cientifico



Saudades me assombram

Dos horizontes esquecidos


Dos pormenores esclarecidos

E seus científicos cemitérios de mitos

Eu me retiro, mas sou sempre perseguido.


Nesse tédio frio e conciso

A minha indignação bóia

Tentando se desenroscar


O andar é vagaroso

Perco-me pela falta

Enevoada de prisma


Me inter-secsiono entre a mentira

E a ilusão conscrita inevitável à vida


Infecciona a fumaça

Esse prazer da cama

Que sobre sua dança

Gira...gira...gira..gira


Sangue, cinzas e fluido...

Eu espalhei sobre o meu corpo

Que agora arde em consumação

É o tilintar sedento e derradeiro

Que inunda de sal o meu pulmão


O grito de um pedido

Apagando-se sozinho

Enterrado num tempo

Ausente do caos onírico

11 comentários:

indivídua disse...

baudelaire mandou lembranças

joão victor borges disse...

Os gritos de palavras de apagam com o espaço, que os consome a cada segundo até que desapareçam. O que resta é escrever.

Abraço! ;)

http://anpulheta.blogspot.com

Daiah Scarlet disse...

acho que foi uma das coisas mais diferentes q tu escreveu que eu li, gostei bastante, tu deveria escrever mais coisas nesse estilo ^^

Juliana S . disse...

O que mais me chamou a atencao foi o Titulo achei bem insteressante !
otimo blog.

J.R. disse...

Gostei do seu texto!!! Achei bem forte!!! Parabéns pelo blog.

Mod 03 disse...

adorei

Ana disse...

Gostei da sua escrita e do estilo do seu blog, bem interessante...só cuidado com errinhos ortográficos que por vezes passam desapercebidos!
Parabéns pelo blog!

Rodrigo Ferreira disse...

Gostei muito desse poema gotico.
adorooo seu blog

abraço

http://rodrigobandasoficial.blogspot.com/

Francorebel disse...

Chocante o blog, de tão anticonvencional.

Bem-vindo ao clube.

Fabi disse...

super poetico e gotico...
sucesso
http://fabisocci.blogspot.com/

Marte disse...

A penultima estrofe foi incrivel. O estilo da poesia é muito bom, acho que voce deve investir nele mais vezes.

É comum hoje as pessoas sentiram a vida vazia, e a solidão. Infelizmente.

Voce é bom nisso. To seguindo aqui.

Aparece lá;
http://sexoalcoolpoesia.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...