quarta-feira, 20 de abril de 2011

Suspiro Impreciso


Descalço o suspiro percorre o corredor do medo
A procura de um calmante para aliviar a sua dor
Engasgado na sua garganta ele enxerga o tempo


Estagnado na balança da indecisão
Aliviado pela culpa da imprecisão


Ele se dissolve em ondas sem o som
 Entupidas de prazer sem comoção
Ele procura refugio na saída...Sem sono sem expectativa
Ele rodopia na ausência da procura... já reprimida


Sem sombras á duvida ele cicla
Intermináveis momentos de vida
Resumidos na procura de excessos ...Omissos da duvida

2 comentários:

Mosaicos de uma vida disse...

Texto meio enigmático, mas com belo jogo de palavras.
Parabéns

Arash Gitzcam disse...

gostei da primeira linha...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...